Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Lidere 2018

Ricardo Amorim abre o Lidere 2018 e 'prevê' melhorias na economia do país

Durante evento realizado em Londrina, o economista afirma que o Brasil passa por um novo ciclo de crescimento econômico

Autor: Assessoria de Imprensa
Ricardo Amorim foi o primeiro palestrante do Lidere 2018 (Foto: Divulgação)
Ricardo Amorim foi o primeiro palestrante do Lidere 2018 (Foto: Divulgação)

A maior realização do calendário anual da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil) já começou! A segunda edição do Lidere, evento promovido pela instituição, com apoio da RICTV|Record TV, reúne grandes palestrantes do mercado nacional, que trazem novidades no que há de mais inovador para empresários e profissionais do setor.

Em dez ou quinze anos, classe média brasileira vai incorporar 35 milhões de pessoas

O Brasil passa por um novo ciclo de crescimento econômico e quem souber aproveitar as oportunidades do momento irá prosperar. Quem garante isso é Ricardo Amorim, considerado o economista mais influente do país, segundo a revista Forbes, e responsável por abrir o ciclo de palestras do Lidere 2018, o maior encontro empresarial do norte do Paraná.

Ricardo Amorim é economista formado pela Universidade de São Paulo (USP), com pós-graduações no exterior, e que realiza amplo trabalho estratégico e de investimentos para empresas multinacionais. Autor do best-seller “Depois da Tempestade”, Amorim se especializou em estudar as economias de países emergentes e, nesse contexto, há poucos dias de um pleito eleitoral no Brasil, falou para um público ávido por informação.

A palestra ‘Por que e como a economia deve melhorar e surpreender positivamente nos próximos anos’ foi acompanhada por centenas de pessoas, que, durante 50 minutos, lotaram as dependências do Espaço Villa Planalto, em Londrina.

Gráficos demonstravam ao público que, após a crise política, o país passa por um ciclo econômico (fenômeno semelhante a outras crises enfrentadas na história, como nas décadas 1920, 1940 e 1980). Já são sete trimestres seguidos de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto), com destaque para uma mudança fundamental de um setor econômico. "Pela primeira vez, a indústria cresceu mais que o consumo do comércio", pontuou Ricardo Amorim. Ele demonstrou que se outras medidas forem adotadas pelo próximo governo, como uma Reforma Tributária, o avanço econômico pode ser ainda mais expressivo.

Nesse ciclo econômico, segundo análises de diversas consultorias, 35 milhões de brasileiros devem migrar da classe baixa para média e melhorar o desempenho do país, aproveitando que de cada quatro dólares produzidos, três são estão nos países emergentes. Além disso, educação e saúde devem ter impactos imediatos com a melhora da renda do brasileiro. "E as cidades do interior do país, como Londrina, sentirão isso mais a fundo. Estudos mostram que cidades do interior têm crescimento muito maior que capitais”, enfatizou.

Observando essa linha de crescimento, que aponta que nos próximos cinco anos a renda per capita da população chegará a $ 10,7 mil dólares, o próprio palestrante citou seu exemplo. Ricardo Amorim contou ao público que abriu, nos últimos meses, duas empresas nas áreas de inovação e consultoria (AAA Plataforma de Inovação e Smartrips.Co). “Não basta fazer a coisa certa, tem que fazer a coisa certa e na hora certa. Com a inovação, o que a humanidade produziu em mais de dois mil anos, será superado em apenas cinco [anos]”, acredita.

E o que você está fazendo para acompanhar essa tendência?

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 5,0

  • Comentário via facebook